setembro 03, 2009

IUPIIII, O Jornal de Sexta da TVI já era

-"O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), considera "absolutamente inaceitável" e de "total ausência de oportunidade" o cancelamento do Jornal de Sexta da TVI, hoje anunciado pela administração da estação."

 

- "A situação na TVI "não é separável do conhecido e notório incómodo que, quer o Governo quer o primeiro-ministro, vinham demonstrando face aos conteúdos e critérios dominantes" no "Jornal Nacional" de sexta-feira, diz o PCP em comunicado."

 

- "Trata-se de uma questão que corresponde à gestão da Media Capital e sobre a qual a Prisa não tem qualquer comentário adicional a fazer", disse à Lusa uma fonte da Prisa em Madrid.

 

- "TVI tem novos dados sobre 'caso Freeport'. Manuela Moura Guedes disse à Lusa que tem preparado um trabalho sobre o "caso Freeport" com documentação "que contradiz as informações que têm sido publicadas".

 

- "O antigo director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, disse hoje à Lusa que o cancelamento do "Jornal Nacional" de sexta-feira é um "escândalo"."

 

- "O ministro dos Assuntos Parlamentares acaba de garantir que o Partido Socialista nada tem a ver com a decisão de suspender o Jornal Nacional de sexta-feira da TVI. Augusto Santos Silva exige à administração da televisão explicações sobre a suspensão do Jornal que, diz, "é absolutamente incompreensível"."

 

- "O vice-presidente do PSD José Pedro Aguiar-Branco afirmou hoje que a demissão da Direcção de Informação da TVI "consubstancia um dos maiores atentados à liberdade de informação de que há memória depois do 25 de Abril"."

 

Ora bem, à primeira vista, está tudo a esquecer-se que a TVI é privada e tem um dono, por isso se lhe apetecer acabar com as telenovelas, acaba; se lhe apetecer acabar com o Jornal de Sexta, acaba; se lhe apetecer acabar com o programa do Herman, acaba. Certo?

 

Qual a diferença para o dono da TVI entre uma telenovela e o Jornal de Sexta?

 

Parece-me que nenhuma, rigorosamente nenhuma.

 

Até porque até há bem pouco tempo o Jornal de Sexta era tido como uma lavagem de roupa suja onde se atacavam as pessoas de forma mal-educada e onde até os comentadores guerreavam um com o outro.

Ou estou enganada?

 

Agora passou a ser considerado um Jornal de importância nacional.

Será que o cancelamento do Jornal de Sexta não aconteceu somente para afastar a Manuela MG?

 

Não sei se deram conta, mas era uma "víbora na cama do inimigo", ou não?

Acham coerente que tendo o J.Eduardo Moniz saído da TVI nas condições que saiu tinha razão de ser a sua mulher ficar infiltrada dentro da TVI?

 

Pois, cantem-me canções de embalar, que eu gosto!

 

Está certo que agora o que interessa é dizer que se trata de um atentado à liberdade de informação, não uma limpeza ao jornalismo sensacionalista.

Eu concordo que se desvendem os podres escondidos, é um motivo porque existem os jornalistas, mas não concordo que não venham pedir imensa desculpa quando se enganam redondamente depois de terem ofendido as pessoas; nem concordo que lancem boatos só para aumentar as audiências.

E digam-me lá vocês que este Jornal das Sextas não o fazia?

Será que desde que está no ar já levantou assim tantos temas importantes ou andou a chafurdar na lama até a lama se tornar pedra e ninguém já estar interessado na sua cor?

 

E depois estas notícias fantásticas aparecem sempre em datas importantes.

Fala-se que o PS mandou cancelar o programa, e será que não foi o PSD (ou BE, porque considero que o PCP ainda tem alguma integridade moral nem que seja devido à idade) que fizeram questão de voltar a atirar para o ar tudo o que era escândalo, ou possível escândalo, ou possível boato.

 

Não tarda nada voltamos a ter as notícias sobre o número de colegas meninas que o PM tinha na primária, as vezes que copiou nos testes quando andava no secundário ou as vezes que foi ao bar comer fiado.

Ah não, não vão aparecer porque o Jornal de Sexta foi cancelado.

2 comentários:

ianita disse...

Concordo plenamente!

Além do mais, durante o Verão não houve jornal de 6ª.

Não haveria sentido para o PS fazer essa pressão agora. A terem feito, teria sido quando havia jornal de 6ª, quando havia circo... e não agora que já ninguém se lembrava dela! Não faz sentido!!

Assim como não fazia sentido continuarem com aquele circo!

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Será que também vão acabar com as telenovelas mesmo? Iuuupppii, essa seria a matar!