julho 28, 2009

Sem melhorias as vitimas do HSM

Agora prevê-se que talvez dois, dos 6 doentes voltem a ver.

Entretanto aparecem noticias a falar de telefonemas anónimos avisando sobre o produto tóxico que foi injectado nos doentes.
 
Para tentar arranjar a justificação certa para o que aconteceu já temos os médicos a tentar extrair a substância que foi injectada nos pacientes, e que está ainda a ser analisada pelo Infarmed, um laboratório privado e agora também pelo Instituto de Medicina Legal, que passou a colaborar no caso.
 
Muito bem, o que é certo é que 6 doentes que deviam ter sido tratados num hospital acabam com doenças muito mais graves do que aquelas com que lá entraram.
 

Que susto entrar num hospital, ou passar pelas mãos de um médico para um tratamento, é sempre uma lotaria:

- Será que este sabe o que faz?

- Será que aqui se sabe o que se faz?

1 comentário:

Cris (Mahinder Kaur) disse...

é o que eu sempre digo: não se pode ficar doente neste país. E ainda podemos morrer da cura...