abril 28, 2009

MFL em entrevista

Segundo uma ideia muito inteligente de MFL (será?), a 6 meses das eleições o governo não deve tomar decisões.

 

Ora isto foi dito depois após o "interromper a democracia durante 6 meses".

Percebe-se que o número mágico da MFL é o "6".

 

Mas continuando a lógica do raciocínio da senhora:

 

- estamos a 6 meses de eleições, logo o governo actual não decide

- Portugal pára, talvez para descansar porque pensar já sabemos que nem a oposição nem o governo o faz

- a seguir temos eleições

- por acaso até se muda o partido no governo

- esperam-nos 4 anos de trabalho pela frente, cheios de ideias

- nos 3 primeiros anos:

* anula-se tudo o que estava previsto pelo governo anterior

* lançam-se estudos sobre novas alternativas

* reabrem-se processos contra o governo anterior

* fazem-se conferências de impressa a dizer que é impossível trabalhar com o legado do governo anterior

* o país está péssimo, vai ser difícil fazer alguma coisa

- no 4º ano - primeiro semestre, interrompe-se a democracia para se conseguir fazer alguma coisa já que a oposição não tem propostas alternativas para além de andar numa "caça às bruxas"

- no 4º ano – segundo semestre, estamos a 6 meses de eleições, o governo não decide

- Portugal pára, talvez para descansar porque pensar já sabemos que nem a oposição nem o governo o faz

- a seguir temos eleições

 

E vamos continuando por ai

 

Resumindo… se o partido no governo mudar de 4 em 4 anos, temos 6 meses de trabalho em não democracia, fora isso … BRINCAMOS

Ou melhor brincam connosco (oposição e governo).

2 comentários:

bono_poetry disse...

...e sabes que mais?concordo e nao tenho duvidas nenhumas que o trabalho desses seis meses vai ser muito mais dificil de pagar pois se eles nao podem fazer nada vao quase quase quase de certezinha para sirios parasidiacos descansar a cabecinha e tudo a pala do fregues europeu...lol
..logica da batata!

C NARCISO disse...

Concordo plenamente com este raciocínio.