outubro 31, 2007

Há letras de canções que se mantêm actuais

E são essas queeu considero fantásticas
Hoje vinha a ouvir na excelente estação de rádio M80 (96.6), sobre a qual não me canso de fazer publicidade, uma canção a que dei particular atenção "Demagogia" da Lena de Água.
Ouvi imensas vezes aquela canção, mas a idade com que a ouvi não incluia preocupações politicas nem afins, por iss agora é que lhe dou a real importância.

Aquela simples frase:
"Demagogia feita à maneira
É como queijo numa ratoeira"

diz tudo sobre o que acontece actualmente na sociedade, e não é só na politica, é igual nos locais de trabalho, nas lojas, nos relacionamentos de um dia ... em qualquer sitio. Quem não tiver este dom o melhor é pensar em ir viver sózinho para o cimo de uma montanha.

Se quiserem a letra completa podem confirmar que se mantêm totalmente actual:


Demagogia

Dão nas vistas em qualquer lugar
Jogando com as palavras como ninguém
Sabem como hão-de contornar
As mais directas perguntas

Aproveitam todo o espaço
Que lhes oferecem na rádio e nos jornais
E falam com desembaraço
Como se fossem formados em falar demais

Demagogia feita à maneira
É como queijo numa ratoeira

P’ra levar a água ao seu moinho
Têm nas mãos uma lata descomunal
Prometem muito pão e vinho
Quando abre a caça eleitoral

Desde que se vêem no poleiro
São atacados de amnésia total
Desde o último até ao primeiro
Vão-se curar em banquetes, numa social

Demagogia feita à maneira
É como queijo numa ratoeira



Letra e música de Luís Pedro Fonseca
Álbum Perto de ti, Lena d’Água 1982

1 comentário:

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Há anos que não ouvia este música. Foi agradável reouvir e reler esta letra.
E tens razão, está actual!